A Oitava Era – Aethryn

“Eu bem queria, e sei que é importante… mas não sou como o meu pai. Não fui feita para isto.”

Nolwyn está em crise. Com a morte de Aereth Thoryn e o desaparecimento de Aewyre Thoryn, Ul-Thoryn caiu, juntando-se assim a Lennhau, que, privada do seu regente Tylon Nehin, rapidamente degenerou numa guerra de facções intestina. Comunidades fronteiriças devassadas pelas incursões subterrâneas dos thuragar, tais como Pesoria, tornaram-se na norma, empolando mais ainda as tensões entre as cidades-estado, pois cria-se que a responsável fora Vaul-Syrith, que, na altura, declarara guerra a Ul-Thoryn.
Essa crença perdurou ao longo dos anos, e a ela se devem as tensões que actualmente ainda se verificam entre vários regentes, mesmo numa altura em que Nolwyn – e toda Allaryia – têm perigos bem mais prementes com que se haver…

Memórias de Tomenno, Senescal de Ul-Thoryn

This entry was posted in Allaryia. Bookmark the permalink.