Marés Negras

Reencontramos os companheiros na cidade de Val-Oryth em Tanarch, vol3 a um passo do seu destino último: Asmodeon. Aí, Aewyre espera poder por fim descortinar o destino de seu pai Aezrel, o desaparecido campeão de Allaryia. O jovem príncipe e os seus díspares companheiros aprofundaram entretanto os laços de amizade que os unem, mas não sem duros sacrifícios, dos quais resultaram feridas profundas que dificilmente sararão. Velhos inimigos regressam para atormentar o grupo, e nas sombras da própria Val-Oryth residem perigosos adversários que os companheiros desconhecem e que os submeterão a rudes provações. Não muito longe de Tanarch, as Marés Negras sobem uma vez mais, trazendo consigo memórias de um passado sombrio e pressagiando tempos conturbados para Allaryia e todos os seus habitantes.

O segundo maior volume das Crónicas até à data, e o que menos tempo levou a escrever, foi apesar de tudo o mais elaborado dos três. Houve quem o classificasse como «um breve interlúdio por Allaryia», e talvez tivessem razão. Neste volume a perspectiva começa sem dúvida a transcender a dos companheiros, tornando-se mais global e abrangente. Escrevi-o debaixo da crescente tensão causada pelo (mais) lento avançar da história, que acaba por literalmente explodir no fim com uma batalha que até a mim deixou exausto. Virou tudo do avesso e deixou antever a dor de cabeça que seria escrever o quarto livro.

Palavras: 204.143
Páginas (livro): 551
Páginas (manuscrito): 666 (a sério)
Tempo de produção: 9 meses
Nº de cidades em que foi escrito: 3
Pedidos para que a «trilogia» não acabasse assim: 7

mares trailer
Espectacular esboço da capa pela talentosa mão do Samuel Santos. O bicho no canto superior esquerdo é o Bathrazhûl, e o Aewyre está com uma cara muito chateada porque já sabia o que ia acontecer à… … versão original da capa. Como podem constatar, o céu é de tempestade. Tal como descrito na cena. Comparem com a imagem em cima, e tentem perceber o que correu mal no departamento gráfico. Trailer promocional anterior ao lançamento do livro. Uma breve e modesta incursão minha pelo fascinante mundo do Flash.

Comments are closed.