Relatório de campo da Comic Con

As minhas desculpas pela confusão, mas uma sessão de autógrafos que se colocou em hipótese numa conversa mais antiga com a organização da Comic Con sempre teve lugar, e eu próprio fui apanhado desprevenido na hora. Houve portanto lugar a um painel e duas sessões de autógrafos hoje, o que, pelo menos para mim, foi uma agradável surpresa. Mais ainda do que na Feira do Livro, a Comic Con começa a tornar-se num lugar em que encontro um misto entre novos leitores, velhas caras conhecidas, e leitores de há mais de quinze anos que, por um qualquer motivo, nunca tinha tido o prazer de conhecer. Ah, e vi mais Super-Homens do que Batmen hoje, o que me deixa feliz e com uma renovada esperança na humanidade.

Quero também deixar aqui os meus parabéns ao Manuel Morgado pelo prémio de Melhor Desenho dos Galardões BD Comic Con Portugal 2018, pelo seu trabalho no Dragomante. Agradeço o meu nome ter sido referido, mas esta é inteiramente dele, e inteiramente merecida. Não foi certamente a última colaboração em que nos viram juntos.

This entry was posted in Ao vivo. Bookmark the permalink.