A Oitava Era – Worick

“Se me arrependo do dia em que nos cruzámos contigo e o mago? O que é que achas…?

Temam, porque o chão sob os vossos pés não mais é seguro. Tremam, porque os alicerces das vossas cidades que sobre nós pesam irão ruir. Chorem, porque o pesar oprimido da Noite Ínfera não mais se ocultará. A riqueza que extraíram das entranhas da terra será o vosso bragal. A fertilidade do solo que vos alimenta, a vossa maleita. Escorraçaram-nos para as cavernas eras atrás, mas tornámo-nos fortes como a pedra e não tememos as trevas que vos aterrorizam. E o vosso terror irá agora verdadeiramente começar.

Nota encontrada na boca da cabeça decapitada de Haġe Gryspod, vate de Taimyria

This entry was posted in Allaryia. Bookmark the permalink.