Allaryia

E está feito

Em boa verdade, acabei-o na sexta e estive a recuperar até agora, mas não é por isso que deixa de ser verdade. Acabei A Oitava Era antes do prazo, em 351 dias, o que faz deste o segundo livro das Crónicas que mais depressa escrevi. Foi intenso, esclarecedor e emocionalmente extenuante em partes – em …

E está feito Ler mais

Maratona allaryiana

Foi-me hoje confirmado que, para lançar A Oitava Era a tempo da Feira do Livro, terei de acabar o manuscrito um pouco antes do que esperava. Aliado à carga de trabalho profissional com a qual estou comprometido, isso significa que, até meados de Fevereiro, vou estar num retiro para dar conta do recado. Ok, vou …

Maratona allaryiana Ler mais

Uma cara nova

Apresento-vos Dioaed Belyth, a mais nova personagem das Crónicas. Não ia ser mais que um nome referido um par de vezes em pensamentos e conversa, destinado quando muito a ser visto de passagem por outros, ou a ser fonte de preocupação para terceiros. Mas, no decorrer da escrita, ganhou forma, personalidade e a ponta de …

Uma cara nova Ler mais

Um Bom Ano Allaryiano (e não só)

E assim se passa mais um ano. Consegui (em grande parte) a minha anterior resolução de ser mais participativo neste espaço, e o livro, embora longe do meu utópico desejo de o ter já terminado ainda em 2019, será sem dúvida publicado em 2020. Resta saber quando ao certo, até porque se levantou uma possibilidade …

Um Bom Ano Allaryiano (e não só) Ler mais

Ao fim de tantos anos…

…e numa época em que se esperava que as pessoas estivessem empedernidas e dessensibilizadas com tantas guerras de tronos e mortos ambulantes, é bom ver que aquele capítulo d‘Os Filhos do Flagelo continua a causar reacções tão viscerais da parte de novos leitores das Crónicas. Não se preocupem, que, n’A Oitava Era, ainda não morreu …

Ao fim de tantos anos… Ler mais