Litortura Nacional

Videoconferências em plena pandemia afinal não são fáceis

Para quem talvez se possa estar a questionar, está tudo bem com o Litortura Nacional. A ausência de novos episódios nos últimos tempos deve-se a problemas de calendarização, indisponibilidade geral de muitas pessoas que, de repente, se viram com mais filhos em casa e menos paciência, e problemas técnicos que vieram a confirmar a minha …

Videoconferências em plena pandemia afinal não são fáceis Ler mais

Tineta

Apego excessivo ou obsessivo a uma ideia ou intenção. Era o que estava a acontecer ao conceito do Litortura Nacional. Por isso, e após me terem sido feitas várias abordagens, decidi expandir o seu âmbito e ir além da literatura, criando para esse efeito a rubrica O Que é Nacional é Bom. O principal foco …

Tineta Ler mais

Sandra Carvalho

Microfone avariado que obrigou à utilização de um de qualidade inferior, nova iluminação de recurso que me deixou amarelo, gatos intrusivos e problemas de ligação que inviabilizaram trechos da entrevista. Como pode ficar bom um episódio em que tudo correu mal? Entrevistando a Sandra Carvalho, obviamente.

Madalena Santos

Tudo começou com uma casa que fez «bum»: o ponto de partida para uma tetralogia num mundo fantástico, um libreto, várias ocasiões como membro do júri de concursos literários, e os papéis de gestora de projectos para editoras e consultora editorial. Madalena Santos é também advogada, e vem aqui «defender» as suas posições.

Nuno Nepomuceno

Ele tem um apelido hagionímico no qual eu próprio tropeço, passa a vida literalmente a ver aviões e conquistou um público fiel com a sua série de trílers (sim, trílers). Nuno Nepomuceno é a prova de que, com vontade, perseverança e dedicação, há efectivamente santos que nos valem.